Equipe do Hospital Delphina Aziz abraça mutirão do “Vacina Amazonas”

As equipes do Hospital Delphina Aziz se dedicam no atendimento desta edição do “Vacina Amazonas”, realizado pelo Governo do Amazonas em parceria com a Prefeitura de Manaus, destinado à aplicação de segunda dose em pessoas com 40 anos ou mais que tomaram a primeira dose até 28 de junho.

Participam do mutirão de 33 horas de vacinação mais de 120 colaboradores do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH) em parceria com OZN Health, que participa com a logística, nutrição e apoio.

“O maior sentimento é de orgulho em contribuir com a vacinação da comunidade, já que trabalhamos na pandemia desde o início, sempre no tratamento da doença. Oferecer apoio na prevenção de Covid, em uma campanha conjunta entre INDSH e OZN, representando o Delphina, é motivo de muita honra. Hoje estamos com pessoal, logística, alimentação e hidratação para dar o suporte necessário e condições para nossos colaboradores fazerem o que eles sabem de melhor que é cuidar da população”, disse Thiago Python, diretor-presidente da OZN Health, concessionária de serviços não clínicos do Hospital Delphina Aziz.

Esta é segunda ação do Hospital Delphina Aziz de apoio aos mutirões de vacinação no Estado. “Recebemos o convite para ter uma presença maior desta vez e assumir um posto de vacinação. Contamos com 120 colaboradores e a motivação dos nossos profissionais está muito grande, pois a vacinação é o ponto crucial para evitar que as pessoas precisem se hospitalizar, e nossos colaboradores têm consciência disso e de como é fundamental estar apoiando o Amazonas”, frisou José Luiz Gasparini, diretor executivo do INDSH, organização de saúde responsável pela área assistencial do Hospital Delphina Aziz.

Edmilson Lima Cavalcante, inspetor de qualidade, de 49 anos e morador do Lírio do Vale, foi um dos primeiros a ser atendido no posto comandado pela equipe do Delphina e tomou a segunda dose de AstraZeneca. “É um momento especial para mim, principalmente porque eu tenho familiares que não tiveram essa oportunidade. Tive quatro perdas na minha família pela Covid, foram dois irmãos, uma tia e uma prima, todos em menos de um mês. Eles não puderam se vacinar a tempo e é um grande privilégio estar tomando a minha segunda dose. Também achei muito importante ver os colaboradores do Delphina dando essa força aqui na vacinação para todo esse pessoal”, comentou o vacinando, emocionado.

Sucesso de vacinação

Nas primeiras horas de atendimento da população para a segunda dose de vacina contra o coronavírus, o Centro de Convenções Vasco Vasques esteve lotado. Ressaltando que a vacinação é o único caminho para ajudar a todos e alcançarmos uma vida mais normal possível e mais humana, o diretor da OZN comentou também sobre a adesão desta edição do mutirão. “É muito gratificante ver que a adesão da população está sendo boa, que o resultado é promissor e a gente poder estar aqui para ajudar também na prevenção deste vírus”, comemorou Thiago Python.

O diretor do INDSH também ressaltou a importância da vacinação como a única forma de evitar que as pessoas adoeçam de forma mais grave da doença e tenham que ir para hospitais, inclusive para o Hospital Delphina Aziz. “Nós estamos lá, preparados para recebê-los, mas é muito mais prazeroso a gente saber da conscientização da população em se vacinar e manter todas as condições de proteção. Ver um espaço como este (Vasco Vasques) lotado de amazonenses procurando a vacina é muito gratificante”, disse Gasparini.

“Eu creio que quanto mais rápido a gente vacinar todo mundo nós vamos melhorar essa crise que estamos passando e espero que daqui para frente as coisas só melhorem para nós, já chega de sofrimento”, anunciou o já imunizado Edmilson Cavalcante.